Saltar para o conteúdo

Lúpulo para resistir a viagem

No século XVIII, em pleno período de colonização, oficiais do exercito inglês que residiam na Índia, sofriam com o calor e com a falta de água potável de qualidade. Nada como uma boa cerveja para resolver esses dois problemas.
A ideia inicial, de exportar as cervejas inglesas para Índia, não deu muito certo,  pois a viagem era longa e as cervejas sempre estragavam. Para contornar o problema, o cervejeiro George Hodgson, adicionou mais lúpulo, que é um bacteriostático natural (impede a reprodução de colônias de bactérias), para  dar uma maior durabilidade à cerveja.
Diz a lenda, que um dos navios carregados com  cervejas IPA
quebrou no porto de Londres, a carga foi vendida às pressas, e os compradores quiseram saber mais sobre esse novo estilo de cerveja. Surgia ali um dos estilos de cervejas mais apreciados do mundo: as Indian Pale Ale ou IPA.

Características das cervejas IPA


Já que possuem uma dose elevada de lúpulo, as cervejas do estilo IPA possuem aromas cítricos e florais, um amargor mais acentuado. Existem 3 estilos para as cervejas IPA.

English IPA - estilo Indian Pale Ale original, aroma característico do lúpulo, amargor intenso porem equilibrado, final seco. Exemplos: Fuller's IPA, Meantime IPA e Brooklyn East IPA.

American IPA - produzidas com ingredientes nativos dos EUA, é uma cerveja mais amarga do que a versão inglesa e possuí um maior aroma cítrico e floral (característico do lúpulo americano). Exemplos: Stone IPA, Colorado Indica.

Imperial IPA - Estilo criado recentemente nos EUA para agradar os amantes das cervejas mais amargas. É uma cerveja clara e complexa. Possui mais amargor do que as outras versões. Exemplos: Perigosa Imperial IPA e Colorado Vixnu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

%d bloggers like this: