Saltar para o conteúdo

4B. Festbier

Impressão Geral: Uma Lager alemã suave, limpa e clara com um sabor maltado moderadamente forte e um caráter lupulado de pouca expressão. Habilmente equilibrada a intensidade e a drinkability, com uma impressão de paladar e impressão final que estimulam beber. Exibe sabores elegantes de maltes alemãos, sem ser demasiadamente pesados ou cheios.

Aroma: Moderada riqueza maltada, com ênfase em aromático tostado de massa e uma impressão de dulçor. Lúpulo baixo a médio-baixo floral, herbal ou condimentado. Malte não deve ter uma qualidade de tostado profundo, caramelo ou biscoito. Caráter de fermentação limpa de lager.

Aparência: Cor amarelo profundo a dourado profundo; não deve ter tons de âmbar. Transparência cristalina. Espuma branca a marfim persistente. A maioria dos exemplares é de cor dourado médio.

Sabor: Inicialmente um dulçor maltado médio a médio-alto, com um traço de leve tostado, que remete a massa de pão e uma leve impressão de suave dulçor. Amargor médio a médio-baixo, definitivamente maltado no balanço. Bem atenuada e fresca, mas não seca. Sabor de lúpulo médio-baixo a médio, de perfil floral, herbal ou picante. Caráter limpo de fermentação lager. O sabor é principalmente de malte Pils, mas com toques levemente tostados. O amargor é apenas de apoio ao balanço, que deve dar um final maltado, saboroso.

Sensação de Boca: Corpo médio, com uma textura suave e um tanto cremosa. Carbonatação média. Intensidade de álcool somente perceptível com leve calor alcoólico, muitas vezes não sentido.

Comentários: Este estilo representa a moderna cerveja alemã servida nos festejos da Oktoberfest (embora não é reservada exclusivamente para a Oktoberfest, e pode ser encontrada em muitas outras "festas") e, por vezes chamado de Wiesn ou com o nome dado à Oktoberfest local). Decidimos chamar esse estilo de Festbier já que pelos regulamentos da Alemanha e da União Europeia, Oktoberfestbier é uma denominação protegida da cerveja produzida por grandes cervejarias dentro dos limites da cidade de Munique para consumo na Oktoberfest. Outros países não estão sujeitos a estas regras, tanto que as cervejarias artesanais produzem cerveja nos EUA chamado Oktoberfest, mas com base no estilo tradicional descrito nestas diretrizes como Märzen.

História: Desde 1990, a maioria das cervejas servidas no Oktoberfest, em Munique, tem sido este estilo. As cervejas de exportação feitas especificamente para os Estados Unidos continuam a ser principalmente o estilo tradicional de âmbar, como são as interpretações produzidas nos Estados Unidos. A Paulaner criou a primeira versão dourada, em meados da década de 1970, porque eles achavam que o tradicional Oktoberfest era muito saciadora, e por isso desenvolveu uma versão mais leve e ainda de maior drinkability, mas ainda assim maltada. Eles queriam uma cerveja que fosse "mais consumível" (de acordo com o mestre cervejeiro Paulaner). Mas o tipo atual de cerveja servida em Oktoberfest é definido por um comitê da cidade de Munique.

Ingredientes Característicos: Quase exclusivamente com malte Pils, mas com um pouco de Vienna e / ou Munich para aumentar maltosidade. As diferenças nos exemplares comerciais são principalmente devido a diferentes produtores de malte e leveduras, e não às grandes diferenças de moagem.

Comparação de Estilos: menos intensa e menos tostada que uma Märzen. Mais encorpada do que uma Helles, com mais sabor de lúpulo e mais álcool. Menos rica em intensidade de malte do que uma Maibock. A complexidade de malte é semelhante a um Czech Premium Lager de maior densidade, embora sem lúpulos associados.

Estatísticas Vitais:

OG: 1.054 – 1.057
FG: 1.010 – 1.012
IBUs: 18 – 25
SRM: 4 – 7
ABV: 5.8 – 6.3%

Exemplos Comerciais: Augustiner Oktoberfest, Hacker-Pschorr Superior Festbier, Hofbräu Festbier, Löwenbräu Oktoberfestbier, Paulaner Wiesn, Schönramer Gold, Weihenstephaner Festbier.

 

Retornar à Pale Malty European Lager

 

%d bloggers like this: