Saltar para o conteúdo

Dama Maresia
Dama Bier Maresia

Sexta-feira sempre é um dia diferenciado, dia de comer aquela feijoada e provar uma cerveja especial. Seguindo uma indicação, tomei uma cerveja do estilo que foi a menina dos olhos do Festival Brasileiro de Cerveja em Blumenau - SC, uma Dama Maresia Session Sour.

Descrição da Cerveja

"Maresia, fenômeno de transporte de gotículas de água e aroma, oriundas do mar. Pode ser o estado de total inércia mental e física. Junte uma boa cerveja aos dois casos acima, temos a trinca perfeita: Praia, descanso e cerveja. Dama Maresia trata-se de uma Session Sour com adição de cranberry. O aroma oferece notas herbais, sutil frutado e leve dulçor. Sabores Herbais, hibisco, frutado(maça) e uma impagável acidez irão proporcionar a maior refrescância que um ser humano pode sentir".

Fabricante: Dama Bier
Estilo: Session Sour
Ingredientes: Água, malte, lúpulo, levedura, cranberry e hibiscos
Temperatura Ideal: 7 ºC
Álcool (%): 4,8%
Tamanho: 600 ml
IBU: 10 (Amargor)
Preço: R$ 28,00 (Mallua Café)

"A ilustração ficou por conta de Karina Carbonaro, sócia da Rubineto Brew Design. Ela traz em sua arte referências de músicas indie, o estilo boho, moda contemporânea e a paixão por cervejas únicas. Assim como o aroma da Maresia, sua intenção foi criar uma ilustração capaz de nos transportar a outro lugar, cheio de tranquilidade e boas energias".

Degustação da Dama Bier Maresia 

Dama Bier Maresia
Dama Bier Maresia

A apresentação da cerveja é muito boa, um rótulo bastante artístico, espuma de boa formação e duração e possui uma coloração avermelhada, bem diferente do que estamos acostumados em uma cerveja. A parte legal dessa cerveja foi apenas a apresentação. O aroma não é dos melhores, dá até mesmo para perceber que a cerveja é acida... Não gostei também do resultado da adição do cranberry e hibiscos. Sinceramente,  só não joguei a cerveja fora porque não achei onde... Espero provar outras cervejas do estilo, mas essa eu não gostei e não recomendo.

Domingo de sol forte e antes de uma boa praia, peguei minhas cadeiras de praia, o guarda sol e abasteci o cooler com boas cervejas. Após ter conseguido um lugar para estacionar, foi só aproveitar o "marzão" e  apreciar algumas cervejas.

Descrição da Cerveja

"Seguindo as mais nobres tradições dos mosteiros belgas e holandeses, a Diamant é uma autentica tripel de coloração dourada intensa, generosa cremosidade e alto teor alcoólico".

TRIPEL

Fabricante: Cervejaria Sankt Gallen
Estilo: Belgian Trippel
Ingredientes: Água, malte, lúpulo, açúcar mascavo e levedura
Temperatura Ideal: 7 ºC
Álcool (%): 9,5%
Tamanho: 600 ml
IBU: 42 (Amargor)
Preço: R$ 14,99
Copo ideal: Lager

"É ideal para acompanhar aves em preparações codimentadas ou com sabores cítricos. Queijos azuis e sobremesas com frutas flambadas também são boas opções de harmonização".

Degustação da Therezópolis Diamant

Therezopolis Tripel
Therezopolis Diamant Tripel

O aspecto visual das cervejas da Therezópolis começa pelo formato das garrafas, que são diferentes das outras garrafas de 600 mL. Já o rótulo é o ponto negativo, o que diferencia uma cerveja da outra é apenas a cor. No copo, a Diamant não faz feio, cor dourada com espuma de média formação e duração.  É possível perceber o dulçor em seu aroma,  mas nada de frutado, o que é uma falha... O sabor segue o aroma, nada de frutado, e ela tem um médio dulçor.  Mesmo sendo uma cerveja de 9,5% de álcool o sabor é bastante equilibrado. Em resumo, em minha opinião a Therezópolis faz boas cervejas, mas elas não são as melhores representantes do estilo. Recomendo essa cerveja apenas pelo custo benefício.

Por apreciar tanto as cervejas  dos estilos Stout e Porter, acabo provando várias diferentes. Então,  com toda essa experiência,  estou cada vez mais exigente com as cervejas do estilo.

Aquele velho ditado diz que não devemos comprar um livro pela capa, mas a cerveja de hoje chamou minha atenção pela parte externa da garrafa. Vamos à Gram Bier Black Tie.

Descrição da Cerveja

"Cerveja tipo Porter de cor marrom escura e opaca. Tem corpo denso, aroma marcante de chocolate, café e malte torrado, com lúpulos pronunciados. Teor alcoólico de 7,0%. Uma cerveja como Gramado, marcante, profunda, convidativa".

Fabricante: Cervejaria Gram Bier
Estilo: Robust Porter
Ingredientes: Água, malte, lúpulo e levedura
Temperatura Ideal: 5 - 7 °C
Álcool (%): 7%
Tamanho: 500 ml
IBU: 30 Amargor
Preço: R$ 27,90 (Posto de gasolina Metrô)
Copo Ideal: Snifter

"Harmoniza com carpaccio, chucrute, costela suína, presunto cru, bacon, truta, carnes com molhos fortes, sobremesas a base de banana, maçã, nata ou baunilha. Queijos de cabra, cheddar, grana padano e gorgonzola".

Degustação da Gram Bier Black Tie

Gram Bier Black Tie
Gram Bier Black Tie

A singularidade dessa cerveja começa pelo rótulo, que é fora dos padrões para cervejas especiais, não é que seja tão bonito, mas por fugir do comum chamou minha atenção. Mas a diferença ficou somente no rótulo... No copo se mostrou um cerveja bem encorpada, com espuma marrom de média formação e duração. O aroma nos remete ao malte tostado e café. No sabor: café, chocolate amargo, malte torrado e um leve dulçor. Eu diria que é bem equilibrada para uma cerveja com 7% de álcool. Em resumo, essa é apenas uma boa cerveja, não trouxe nada de especial. Pensando no custo benefício não recomendaria.

Mais uma cerveja belga, dessa vez uma Trippel da cervejaria Wäls, uma cerveja que possui graduação alcoólica em torno de  9%. Até pela elevada graduação, estou ansioso para a degustação dessa cerveja.

Descrição da cerveja

"Cerveja do estilo Belgian Strong Ale Trippel, de cor alaranjada, espuma densa e duradoura. Elaborada com maltes, leveduras e lúpulos especiais, coentro, casca de laranja e outras especiarias. Aromas cítricos, paladar frutado e condimentado. re-fermentada na garrafa com 9 % de álcool".

Fabricante: Cervejaria Wäls
Estilo: Belgian Strong Ale Trippel
Ingredientes: Água, malte, lúpulo, levedura, coentro, casca de laranja e outras especiarias
Temperatura Ideal: 8 - 12 °C
Álcool (%): 9%
Tamanho: 375 ml
IBU: 38 Amargor
Preço: R$ 13,00 (G Barbosa Supermercados - Salvador)
Copo Ideal: Tulipa ou Taça

"Harmoniza com: carnes brancas, molhos condimentados , queijos azuis e sobremesas com toques cítricos".

Degustação da Wäls Trippel

Wäls Trippel
Wäls Trippel

De coloração âmbar, boa formação de espuma que tem pouquíssima duração, precisei ser rápido para registra-la na foto. Aroma de malte, combinado com um aroma frutado (não deu para identificar qual a fruta especificamente). O aroma de lúpulo foi imperceptível. Ao contrário do aroma, o lúpulo foi bem marcante no sabor, onde também reconheci um leve frutado e um sabor alcoólico equilibrado, para uma cerveja com teor de  9% de álcool. Estou começando a gostar dessas cervejas belgas. Até pelo custo benefício, eu recomendo.

Viajei ao Rio de Janeiro no final do ano passado, e viajar ao Rio significa ter uma obrigação: visitar a Cidade Imperial Petrópolis. De clima mais ameno do que o RJ, Petrópolis também é conhecida por possuir algumas cervejarias e incentivar o turismo cervejeiro.

A cerveja de hoje é a "Coisa Linda", uma Strong Dark Ale da cervejaria Cazzera.

Descrição da cerveja

Fabricante: Cervejaria Cazzera
Estilo: Belgian Dark Strong Ale
Ingredientes: Água, malte, lúpulo, levedura, casca de laranja lima e capim limão
Temperatura Ideal: 8 - 12 °C
Álcool (%): 7,2%
Tamanho: 600 ml
IBU: 25 Amargor
Preço: R$ 22,00 (Bramil Supermercados - Petropolis)
Copo Ideal: Conhaque

"É uma cerveja do estilo Belgian Dark Strong Ale, criado pelos monges Trappistas. Cremosa, de cor escura, é facilmente reconhecida pelo seu aroma expressivo e um leve toque defumado. Sua receita milenar recebe um toque brasileiro; capim limão e cascas de laranja. Coisa linda tem um alto teor alcoólico que com certeza vai te deixar feliz logo nos primeiros goles".

Degustação da Cazzeira Strong Dark Ale

Cazzera Dark Strong Ale
Cazzera Dark Strong Ale

Sempre olho com desconfiança para cervejas produzidas com especiarias, pois nem sempre a combinação é perfeita. Só que nesse caso, tratava - se de uma cerveja da região de Petrópolis, eu não pensei duas vezes em arriscar.

Na apresentação ela decepciona um pouco, já que teve uma pequena formação de espuma, porém foi de longa duração. Possui aroma de malte e de especiarias (não consegui identificar o aroma de capim limão). Achei o sabor perfeito! Bem maltada, pouco amargor, frutada, e apesar  da adição das especiarias, elas não conseguiram "roubar" o sabor frutado. Essa é uma cerveja fantástica e complexa que você tem obrigação de provar. Recomendo.

 

Desde o dia em que tomei minha primeira Guinness,  sou fã das "cervejas negonas". Hoje vou relatar a degustação de  uma das mais premiadas e conceituadas cervejas do estilo Imperial Stout, a Wäls Petroleum.

Descrição da cerveja

"Produzida com diversos tipos de grãos escuros. Corpo aveludado ,licoroso e denso. Aromas complexos de chocolate belga, café, toffee e caramelo. Amargor equilibrado. Espuma de baixa formação e longa durabilidade. Maturada com cacau extra bruto/torrado Belga".

Fabricante: Cervejaria Wäls  
Estilo:
Russian Imperial Stout
Ingredientes:
 Água, malte, lúpulo, levedura e grãos de cacau torrado.
Temperatura Ideal:
 8 - 12 °C
Álcool (%):
 12%
Tamanho:
375 ml
IBU:
70 (Amargor)
Preço: R$ 29,00 (Posto de gasolina Metrô)
Copo Ideal:
Conhaque

"A Wals Petroleum é premiada em todo o mundo: foi medalha de bronze no Festival Brasileiro de Cerveja 2014, ouro no South Beer Cup 2012 e 2014, platina no Mondial de la Bière 2013 e a grande vencedora do Concurso Pierre Celis 2013".

"Harmoniza com: carnes vermelhas, combina muito bem com sobremesas à base de chocolate e sorvete de baunilha".

Degustação da Wäls Petroleum

Wäls Petroleum

A primeira coisa que chama atenção, é que essa cerveja é engarrafada com rolha, não sei se é necessária por conta do processo de fabricação, mas é um charme a mais na apresentação da cerveja. Ela possui muito corpo, o líquido chega a ser mais licoroso e opaco. Tem média formação de espuma marrom e de longa duração. Os aromas são de café, malte torrado e álcool (isso mesmo, aroma marcante do álcool). O sabor  predominante é de café, percebe-se um pouco de chocolate amargo e o álcool é extremamente presente (não sei se conseguiria tomar duas). Na minha opinião é uma cerveja que todos deveriam experimentar.

Sempre que uma grande e "diabólica cervejaria de marca" compra uma "indefesa cervejaria artesanal", nós, os amantes de cervejas pensamos a mesma coisa: a qualidade vai cair. Mas nem sempre isso acontece (ainda bem!), e algumas cervejarias artesanais foram compradas e a qualidade não caiu. Posso citar alguns exemplos como as Cervejarias Walls, Colorado, Baden Baden e é claro, a Eisenbahn.

O estilo da cerveja de hoje é a Pilsen, o mais "comum" e barato das cervejas da Eisenbahn.
Descrição da cerveja

"A Eisenbahn Pilsen, por ser puro malte, tem características um pouco distintas das Pilsens comuns. Sua coloração é dourada, e notam-se os aromas de malte e lúpulo. Uma cerveja muito saborosa e com bom equilíbrio entre o amargor e o doce".

Fabricante: Brasil Kirin
Estilo: Pilsen
Ingredientes: Água, malte, lúpulo e levedura
Temperatura Ideal: 3 - 4 °C
Álcool (%): 4,8%
Tamanho: 355 ml
Preço: R$ 3,35 (Extra)

Copo Ideal: Pokal

"Amendoim, batata frita, castanha de caju, hamburguer, queijo frescal, minas, cheddar, salada de folhas, ceasar salad, frango assado e frito, linguiça de frango, pizza, lombo de porco, camarão frito, caranguejo, peixe frito".

Degustação da Eisenbahn Pilsen
Eisenbahn Pilsen

Essa cerveja tem um bom aspecto, e não é “transparente” como as cervejas comuns. Possui um aroma de malte bem leve, e eu não consegui encontrar nenhum aroma de lúpulo. Ela tem bastante corpo para uma cerveja desse estilo e um sabor levemente adocicado (sem ser enjoativo). Não é uma cerveja "super especial", é uma cerveja para o dia a dia, para o churrasco de fim de semana, ou para beber com os amigos. Pela boa relação preço X qualidade,  eu recomendo essa cerveja.

 

Não gosto muito dessas cervejas que sofrem adição de frutas, esse negócio de cerveja com mangaba, com cajá, com umbu... Acho que essas misturas escondem os defeitos e o sabor original da cerveja. É claro que existem algumas exceções, hoje vou falar sobre uma dessas cervejas.

Descrição da cerveja

Fabricante: Cervejaria Campos do Jordão
Estilo: Blond Ale
Ingredientes: Água, malte, lúpulo, levedura e extrato natural de avelã
Temperatura Ideal: 6 - 10 °C

Álcool (%): 5%
Tamanho: 600 ml
Copo Ideal: Caldereta

Degustação da Campos do Jordão Avelã 

Essa cerveja realmente surpreendeu, a apresentação é perfeita, boa formação de espuma e uma média retenção. No aroma e no sabor é notável o avelã. Já havia experimentado outras cervejas as quais são adicionadas frutas ou especiarias e não apreciei muito, mas essa o cervejeiro acertou. Vale a pena.

Pense em uma cerveja cheia de personalidade, onde até mesmo o rótulo tem que ser olhado de uma forma diferente para identificar informações importantes da cerveja. Pensou? Essa é a Nera Reale Stout Cioccolato, uma cerveja que comprei tanto pelo estilo quanto pelo apelo visual...

Descrição da cerveja

"A Cerveja negra da Irmãos Ferraro. Tem como característica principal a consistência e cremosidade de sua espuma, combinadas com um gosto pronunciado de chocolate meio amargo e café. Sua cor negra, confere a esta cerveja uma personalidade forte, lembrando as melhores cervejas irlandesas e inglesas. Harmoniza bem com comidas escuras e doces em geral".

Fabricante: Microcervejaria Irmãos Ferraro
Estilo: Sweet Stout
Ingredientes: Água, malte, lúpulo e levedura
Temperatura Ideal: 0 - 4 °C

Álcool (%): 6,2%
Tamanho: 600 ml
IBU: 30 (Amargor)
Copo Ideal: Pint

"A Nera Reale - Stout Cioccolato é produzida para aquelas pessoas de bom gosto e paladar apurado, para comprovar que o brasileiro está, cada vez mais, apreciando a verdadeira escola cervejeira sobe todas as formas e sabores".

Degustação da Nera Reale Stout Cioccolato

A aparência dessa cerveja é excelente, a espuma é de coloração marrom,  de boa formação e excelente persistência. Possui o tradicional aroma de café, um pouco de aroma de leite e de chocolate. A cerveja possui bastante corpo e é muito equilibrada, quase não é possível sentir o álcool. O sabor segue com as mesmas características do aroma, sendo predominante o café , seguido do sabor leve de achocolatado e leite. Achei essa cerveja fantástica, e merece está na lista de degustação de qualquer apreciador de cervejas Stouts. Recomendo.

Com o tempo passei a não gostar de cervejas de trigo, não sei se por culpa do insignificante amargor ou se foi a sensação de "satisfeito" que é uma característica desse estilo. O fato é: desisti das Weiss e nunca mais havia comprado uma cerveja de trigo. Como a vida é uma "caixinha de surpresas", ganhei de presente uma cerveja de trigo da Mr. Beer, não tive outra opção além de provar e postar minha opinião aqui.

Descrição da Cerveja


"Outlaw Hop Weiss é uma cerveja feita com maltes de cevada e trigo, uma variação ousada com adição extra de lúpulos. A combinação perfeita entre cremosidade e refrescância. Vai bem com pratos leves, frutos do mar e culinária alemã condimentada".

Fabricante: Cervejaria Bergman (Mr. Beer)
Estilo: Weissbier
Ingredientes: Água, malte, lúpulo e levedura
Temperatura Ideal: 3 - 6 °C
Álcool (%): 5,2%
Tamanho: 600 ml
IBU: 30 (Amargor)
Copo Ideal: Weiss

Degustação da Outlaw Weiss


Ao beber uma cerveja de trigo sempre espero um dulçor quase enjoativo, nada de amargor e aquela sensação de estômago cheio e satisfeito que impede de tomar varias cervejas... A aparência da Outlaw Hop é a velha conhecida das tradicionais cervejas de trigo: boa formação e duração da espuma e um amarelo turvo com os sedimentos do fermento. O aroma floral do lúpulo é quase imperceptível e se sobressai ao aroma de cravo e banana, que são os tradicionais em cervejas de trigo. O sabor é bom, refrescante, a carga extra de lúpulo lhe concede um amargor que não deixa enjoativa. O resumo é: se você não gosta de cervejas de trigo prove essa, ela vai te surpreender.